>>> Do topo de los Alpes - O Globo     Alexander Thoele -19.8.2009 | 8h14m

Hermafroditas exigem fim das operações obrigatórias de sexo

ONU, Genebra 26.1.2009   (Foto: Ärger)

Foto: site do Entre os Sexos - um dos membros segura um cartaz com os dizeres "Direitos humanos também para os hermafroditas - Não às operações genitais forçadas!" frente à sede da ONU em Genebra.

Membros do Entre os Sexos (Zwischengeschlecht.org), um grupo de interesse baseado na Suíça, protestaram no último domingo frente ao Hospital de Berna. Eles pediam o fim das operações forçadas feitas em hermafroditas e também criticavam declarações públicas feitas por dois médicos. 

Um deles  teria dito à imprensa ser importante decidir o mais rápido possível o sexo de uma criança, de preferência nos seus primeiros anos de vida. Outro declarou que nenhuma operação forçada é realizada nos chamados intersexuais, também conhecidos pela expressão "zwitter". Somente no caso de meninas com síndrome adrenogenital - um excesso de hormônio masculino - é feita a intervenção para diminuir o clitóris por uma questão de estigma social. Nelas esse órgão está superdimensionado.

No site do grupo, descobre-se uma grande quantidade de ações de protesto. Eles explicam que um em dois mil recém-nascidos vem ao mundo sem sexo definido, mas não são aceitos como tal. Nos links à direita descubro um mundo de sites relacionado ao tema, inclusive o da Organização Internacional de Intersexuais (OII) no Brasil. [...]

Hospital Berna 16.8.2009   (Foto: Peter Schneider / Keystone / Berner Zeitung)